Mulher morre de câncer depois de receber pulmão que pertencia a fumante
Foto: Reprodução / Pixabay
Uma paciente que sofria de fibrose cística desenvolveu câncer na França depois de receber um pulmão que pertencia a uma mulher fumante. De acordo com um estudo publicado na revista científica Lung Cancer, a paciente era acompanhada desde a infância por causa da fibrose cística.

Por causa da rápida deteriorização de suas funções respiratórias, característica da fibrose cística, os médicos decidiram que ela deveria fazer um transplante pulmonar. “De acordo com a base de dados dos doadores, os pulmões transplantados foram retirados de uma mulher de 57 anos que fumava um maço de cigarros por dia durante 30 anos”, aponta o estudo.

Os exames realizados no momento da morte da doadora não revelaram anormalidades. De acordo com o site Uol, o transplante foi realizado em 2015 e em junho de 2017 a paciente foi internada na unidade de oncologia torácica do hospital universitário de Montpellier. Dois meses depois, ela morreu de câncer de pulmão sem qualquer tentativa de terapia.

"O curto espaço de tempo entre o transplante e o aparecimento da primeira anomalia radiológica sugere que a carcinogênese começou durante a vida do doador", afirmaram os autores do trabalho. Segundo eles, o crescimento do câncer teria sido bastante acelerado pelo tratamento imunossupressor que a paciente seguiu para evitar que o novo órgão fosse rejeitado.

                                                                                                          (Fonte BN)