Foto: Rodrigo Aguiar/bahia.ba
O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), anunciou nesta quarta-feira (10) o seu apoio a Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno da disputa pela Presidência da República. Em coletiva de imprensa, o presidente nacional do DEM argumentou que não seria possível ter uma posição de neutralidade.
“A população espera tudo de mim, menos que eu me omita. Quem me conhece sabe que minha trajetória sempre foi marcada por ter posição e pela coragem de defender as posições que adoto. “Deixando claro que existem divergências ideológicas e de pensamento, entendo que neste momento o candidato Jair Bolsonaro merece o nosso apoio e nosso voto. As palavras de Bolsonaro foram claras, sobre o compromisso com a Constituição e o respeito à democracia. “As instituições do nosso país são sólidas”, disse o líder democrata.
Segundo o prefeito, no primeiro turno é possível  seguir “a pureza das nossas crenças e convicções”. “Eu não concordo 100% com os pensamentos, bandeiras e pregações de Bolsonaro. Mas não preciso concordar 100% com alguém para achar que essa pessoa merece o meu voto no segundo turno. Discordo 100% do retorno do PT ao governo”, declarou.
Para justificar sua posição contra Fernando Haddad, ACM Neto usou como argumento “os vícios do PT”. “Nós já sabemos os vícios e erros do PT. Que a gente possa ter um compromisso de união nacional para as soluções que o Brasil não pode mais esperar”
O prefeito de Salvador acredita que Bolsonaro vai conseguir “unir o País”, e descarta fisiologismo por parte do Democratas num possível governo do candidato do PSL. “O País está cansado do toma lá, dá cá, dos balcões de negócio que se instalam quando um governo tem início. As ruas se manifestaram através das urnas, dizendo que querem definitivamente uma nova política. Espero que ele possa unificar o país, superar esse quadro de polarização de extremos e posturas radicais. Espero que ele tenha essa visão, para a partir do ano que vem, independentemente do partido A, B ou C, possa construir uma nova agenda política para o Brasil”.
Neto ainda destacou o desempenho do Democratas nas urnas no último domingo (7). “Há motivos de sobra para o partido comemorar. Tivemos um incremento de quase 50% no número de deputados eleitos. No Senado, elegemos quatro senadores, dobramos o tamanho da nossa bancada. E elegemos Ronaldo Caiado em Goiás e Mauro Mendes no Mato Grosso”, avaliou. O prefeito lembrou que a legenda ainda concorre no segundo turno em pelo menos dois estados (Rio de Janeiro e Pará), além de aguardar uma definição judicial sobre a disputa no Amapá.
                                                                                                (Fonte Blog do Bozó)