Pelo menos 3,6 milhões de brasileiros formam o grupo de pessoas que não poderão votar nas eleições deste ano porque não fizeram o recadastramento biométrico. Na lista, a Bahia aparece na liderança com um total de 710.636 mil cancelamentos. O levantamento geral foi feito pelo G1 com base em dados de 862 cidades espalhadas em 17 estados do Brasil. De acordo com a publicação, outras unidades federativas em situação semelhante a da Bahia são o Paraná, com 700.688 mil títulos cancelados e São Paulo, com 375.169 mil. O prazo definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para os eleitores realizarem a biometria expirou no dia 9 de maio deste ano. Com a eleição em outubro, o cadastro eleitoral será reaberto apenas no dia 5 de novembro. 

                                                                                     *Com informações do Bahia Notícias