Lideranças de dois grupos políticos de Valente, município localizado no território do sisal, subiram no mesmo palanque no último sábado, 25/08, no ato de lançamento da candidatura de Luciano Araújo a deputado federal. Ao discursarem, muitos deles focaram, o vácuo deixado pelo então deputado federal Aroldo Cerdraz, hoje ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), que se elegeu na primeira vez em 1990, foi reeleito em 1994, 1998, 2002 e tentou reeleger-se em 2006, mas não obteve êxito. No ano seguinte foi eleito Ministro do TCU.Durante todo o período que Cedraz foi deputado, Luciano Araújo atual presidente do Solidariedade (SD), exerceu a função de chefe de gabinete, e, segundo o vereador Cezar Rios (SD), o credencia a ocupar este espaço e tem a certeza que as bandeiras de lutas de Aroldo, que tão bem o líder do SD baiano conhece, serão regidas na região, principalmente na área de recursos hídricos. Cezar Rios foi o único vereador eleito pelo partido em Valente e obteve 762 votos.Reconhecimento do PT – O ex-prefeito Ismael Ferreira (PT) externou sua fidelidade e gratidão ao líder do SD. Segundo Ismael, Luciano participou ativamente da sua campanha vitoriosa de 2012 quando venceu o pleito com 53,29% dos votos válidos e fez mesma coisa em 2016. Ferreira tentou a reeleição, obtendo 46,07% dos votos, não sendo o suficiente para sua vitória, perdendo para Marcos Adriano do PSDB. O petista afirmou que a vitoria de Luciano Araújo será muito importante para todo território do sisal.
Apoio do vice-prefeito – O vice-prefeito Regi Mota (PRB) declarou publicamente seu apoio a Luciano Araújo, mas garantiu que teve uma conversa com o prefeito Marcos Adriano e que esta posição não significa rompimento com o tucano. Falou que seu interesse é para o desenvolvimento de Valente.Regi disse que o fato de Luciano ser filho de Valente pesou muito na sua decisão e que ele mesmo não tendo ocupado nenhum cargo tem beneficiado Valente e região, ele lembrou inclusive da entrega de um trator para os agricultores de Valente.
Vereadores Zé de Zeli e Lomanto Queiroz – Tio e sobrinho, os dois vereadores têm a microrregião de Valilândia como principal reduto eleitoral e sempre divergiram politicamente militando em lados opostos. Zé de Zeli, eleito pelo MDB, porém na base da oposição e Lomanto, pelo PSDB, estiveram no evento e ao discursarem confirmaram apoio a Luciano Araújo para deputado federal. Segundo os vereadores, o fato dos dois candidatos serem da região e conhecerem os problemas locais, pesou em suas decisões.
PSD declarou apoio – O presidente do PSD de Valente, Timóteo Almeida, disse que conhece bem o perfil de Luciano Araújo e acompanhou todo trabalho que realizou quando exerceu a função de chefe de gabinete do então deputado Aroldo Cedraz e apresentou a proposta aos membros do partido que declarou apoio e fecharam a questão fazendo dobradinha com Alex da Piatã. O vereador Gessivaldo Souto Martins, mais conhecido como Sissi de Daniel, o único eleito pelo PSD, também confirmou seu apoio a decisão do partido.
Nenenzinho lembrou do empenho de Luciano quando esteve chefe de Gabinete de Aroldo – Aos 96 anos de idade, o ex-prefeito João José de Oliveira, “Nenezinho”, fez questão de falar durante o evento e testemunhar a história de Luciano Araújo e sua desenvoltura. “Ele foi muito importante quando fui prefeito. Na época ele estava no gabinete de Aroldo e cuidava com carinho das coisas de Valente e os projetos eram liberados e as obras chegavam a Valente, a exemplo da cobertura da feira-livre e eletrificação de muitas comunidades”, falou Nenezinho.
Apoio do médico Gelson Carneiro – Candidato único a prefeito em 1983, Gelson Carneiro mantém viva o carisma que o levou a Prefeitura durante todo esse tempo. Considerado apoio importante em todas as campanhas, o médico foi bastante aplaudido quando anunciou seu apoio a Luciano Araújo. Dr. Gelson compareceu ao evento acompanhado do ex-vereador Ivanilton Araújo que externou a capacidade de Araújo para exercer o mandato.
Condutor do processo de união – O ex vice-prefeito Eduardo Cedraz foi considerado pela maioria dos oradores como responsável pela união em torno deste projeto de candidatura de Luciano a Câmara dos deputados que reuniu pessoas dos dois grupos políticos da cidade. Na última eleição, Luciano e Eduardo estiveram em palanques diferentes, “mas o que fala mais alto é o desenvolvimento de Valente e isto é o que nos impulsiona a lutar pra que possamos ter de volta um deputado federal natural da região”, concluiu Cedraz.
Vale lembrar que Eduardo Cedraz teve a façanha de se eleger vice-prefeito de Ubaldino Amaral e na eleição seguinte enfrentou o mesmo Ubaldino na vice de Ismael, saindo vitorioso nas duas.
(Fonte e Redação CN)