A mulher alegou que o ex-presidiário tentou matá-la por enforcamento motivado por ciúmes. A vítima foi morta com golpes de faca no pescoço.
A Polícia Civil está investigando a morte de um ex-presidiário, na cidade de Paudalho, na Mata Norte do Estado. A suspeita de cometer o crime é a companheiro dele, que alegou legítima defesa.

O crime aconteceu na última quinta-feira (26), na frente dos dois filhos do casal, que ainda são crianças. De acordo com o delegado Marcos Roberto, responsável pelo caso, a mulher informou que o companheiro tentou matá-la e, para se proteger, ela acabou desferindo dois golpes de faca no pescoço dele. Ainda segundo o delegado, o homem tinha passagem na polícia por tráfico, roubo e agressão contra mulheres.

O casal havia almoçado em um restaurante na cidade de Lagoa de Itaenga e, no percurso de volta para Paudalho, na Zona Rural, discutiram por causa do ciúmes do homem. Em determinado ponto da estrada, o homem parou o veículo e tentou estrangular a companheira. Ela conseguiu se soltar e pegou uma faca de serra, que estava no veículo, e desferiu os golpes.

Após o crime, ela foi encaminhada à delegacia, prestou depoimento e vai permanecer em liberdade enquanto o caso vai à Justiça.

                                                                                       (Fonte Portal Nova Mais)