Crise financeira que afeta o país faz prefeitura de Gandu reduzir de três para dois dias de festa no São João.
Em virtude da crise financeira que afeta o país provocada pela greve dos caminhoneiros, o que compromete a arrecadação dos municípios, o prefeito Leonardo Cardoso anunciou nesta terça (12) durante entrevista coletiva a emissoras de rádio local, que os festejos juninos deste ano serão reduzidos de 3 para 2 dias. A festa que aconteceria nos dias 22, 23 e 24 deste mês, agora será realizada nos dias 22 e 23. Além disso, a prefeitura também reduziu a participação de algumas atrações no evento, mas, as atrações principais como Márcia Felipe, Luan Estilizado, Sem Retoque e atrações locais estão mantidas.
De acordo com o prefeito Léo, a estrutura da festa e a ornamentação também estão mantidas. Outro evento que vai acontecer normalmente é o 8º Concurso de Quadrilhas Juninas, que será realizado domingo (17), às 17h, no ginásio de esportes. A medida visa equacionar os gastos com festa para não comprometer futuramente áreas importantes do município, como saúde, educação e funcionalismo público.
Ainda diante de dificuldades financeiras ocasionadas pela greve dos caminhoneiros, no final do mês passado, vários municípios importantes da Bahia, cancelaram os festejos juninos, a exemplo de Simões Filho, Valença, Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro, Eunápolis e Camacan. Mas em Gandu, mesmo com a redução dos dias do evento, a festa está mantida.

                                                     ASCOM/Prefeitura de Gandu.