Uma pesquisa qualitativa contratada pelo PT e feita juntos a eleitores considerados neutros em relação ao partido indicou que eles classificariam como traição o partido indicar outro nome para substituir agora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato à Presidência. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo,  eles também indicaram concordar com a ideia de que a Justiça acelerou o processo que levou o petista à prisão. Além disso, o levantamento também mostrou que esses eleitores viram o presidente Michel Temer (PMDB) e o PSDB como beneficiários da condenação de Lula.