Em 2017, no mesmo período, foram notificados 161 casos de SRAG, com 15 óbitos.
Pelo menos 61 casos de gripe H1N1 foram confirmadas na Bahia este ano. Os números foram divulgados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) nesta quarta-feira (25). Segundo o órgão, o estado teve 416 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 37 óbitos até o dia 21 de abril. Desse total, 72 ocorrências foram confirmadas para Influenza, sendo 61 pelo subtipo A H1N1 – o número de mortes chegou a 12. Em 2017, no mesmo período, foram notificados 161 casos de SRAG, com 15 óbitos. Os casos de H1N1 foram registrados em 17 municípios, enquanto cinco dessas cidades tiveram óbitos. Só Salvador registrou oito mortes – os outros municípios foram Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Saúde (1) e Serrinha (1). Das 12 mortes, cinco aconteceram em pessoas maiores de 60 anos, enquanto três deles foram com menores de dois anos. Além disso, duas mortes foram em pacientes entre 20 a 29 anos, um óbito na faixa etária de 2 a 4 anos e outra morte notificada entre pacientes de 40 a 49 anos. 

                                                                                           (*Informações divulgadas no CORREIO)