Cerca de 30 zonas eleitorais na Bahia devem ser fechadas nos próximos quatro meses. A informação é da Coluna Satélite do CORREIO. Segundo a publicação, a medida atende a uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que tem o objetivo de, segundo a Corte, “aprimorar o trabalho e economizar gastos” em todo o país. A orientação é que cada zona tenha, no mínimo, cem mil e, no máximo, 200 mil eleitores. Assim, a extinção vai afetar municípios menores, cujo eleitorado será remanejado para outras cidades. Na capital, a 20ª zona será fechada e redistribuída entre as outras. Uma comissão do Tribunal Regional da Bahia está desenvolvendo estudos  para definir quais unidades serão extintas. Segundo informou a coluna, o número de zonas fechadas pode ser menor que 30. Nesse processo, o TRE busca  reduzir os impactos para a população.Vale ressaltar que os locais de votação permanecem os mesmos, mas pendências só poderão ser resolvidas nas zonas.