150 cabeças de gado foram furtadas em fazendas em Santa Cruz da Vitória e Itaju do Colônia.
A Polícia Civil informou nesta terça-feira (25) que 84 de 150 cabeças de gado furtadas de fazendas dos municípios de Santa Cruz da Vitória e Itaju do Colônia, no sul da Bahia, foram recuperadas. Os animais encontrados até agora estão avaliados em R$ 168 mil. Um vaqueiro é suspeito de ter recebido R$ 1 mil para furtar os animais e está sendo procurado. O gado foi furtado nas últimas semanas e localizado por equipes das delegacias dos dois municípios. Conforme a Polícia Civil, essa já é considerada a maior apreensão de gado realizada na região.
Parte do gado foi recuperado (Fotos: Divulgação/PC)
O suspeito de ter cometido o crime foi identificado pelo prenome de Maroaldo. A polícia não informou quem teria dado a ele a quantia no valor de R$ 1 mil para que pudesse furtar os animais. Também não há informações de como os animais foram retirados das fazendas. Os 150 animais furtados estão avaliados em R$ 300 mil. Ainda faltam ser recuperados 66 cabeças de gado, avaliados em R$ 132 mil. Os animais que foram localizados estavam em outras propriedades rurais, no povoado de Palmira, em Itaju do Colônia. Os responsáveis pelas fazendas onde o gado foi encontrado foram intimados para prestar depoimento. De acordo com o delegado Miguel Cicerelli, titular da Delegacia Territorial de Itaju do Colônia, a operação conjunta da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Itabuna, batizada de Abigeato, continua até que todos os animais furtados sejam recuperados. 

                                        (*Informações do G1/BA)