Rodovia foi recuperada há 5 anos (Foto:Giro Ipiaú)
Usuários da BA-120, rodovia que liga Ibirataia a Gandu, continuam sofrendo com as condições precárias da estrada. Sem serviços de recuperação e manutenção há cerca de 5 anos, a situação da rodovia tem se agravado cada vez mais. Trafegar por ali se tornou uma verdadeira tortura. "Estamos correndo sérios riscos de termos os veículos quebrados e até mesmo roubados pelos bandidos que aproveitam da quantidade de buracos existentes na estrada para cometerem assaltos. Em alguns trechos a gente ao desviar dos buracos pode até ser vítima de um acidente. É uma verdadeira tortura. Isso aqui foi esquecido pelo governador e os deputados da região”, comentou um topiqueiro que faz diariamente o trecho Ibirataia ao distrito de Algodão.  

Trecho está praticamente intransitável (Foto: Giro Ipiaú)
Até o momento ainda não foi divulgado pelas autoridades competentes uma previsão de serviços de recuperação da BA. Esse trecho da rodovia era usado por moradores da microrregião como acesso mais rápido a BR-101. Atualmente, os condutores de veículos que viajam até Salvador, preferem percorrer dezenas de quilômetros a mais através da BR-116 (Jequié) ou BR-101 (Ubaitaba). 

“Gostaria que nosso governador lembrasse da promessa que fez a  respeito  dessa estrada, pois já estamos cansados de sofrer com esse descaso. O pobre trabalhador que se sacrifica pra conseguir comprar um carrinho sofre demais ao colocar seu veículo numa estrada nessa situação, o que ganhamos deixamos pelas oficinas ou ferro velho”, disse a moradora de Ipiaú, Alda Santos. Nessa última quarta-feira (24), o governador Rui Costa assinou contratos com 8 consórcios intermunicipais que irão recuperar mais de 3 mil quilômetros de estradas no estado. O Consórcio Intermunicipal Vale do Rio das Contas, responsável pelos municípios da região, ainda não foi contemplado com a parceria. Com a decisão do governador, fica claro a intenção do estado passar aos municípios a responsabilidade de execução de serviços de melhoramentos nas estradas. 

                                                                               (Fonte Giro Ipiaú)